Torre Matarazzo

- Triple A -

A Torre Matarazzo se enquadra na seleta categoria “Triple A” – que define edifícios de escritórios inteligentes e de alto padrão, tendência adotada com êxito nos empreendimentos desenvolvidos pela Cyrela Commercial Properties e Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário, duas das principais empresas do setor imobiliário brasileiro.

Área Total

22.052 m²

Desenvolvimento

CCP

Entrega

2015

AVENIDA PAULISTA, 1.230 São Paulo

A Torre Matarazzo se enquadra na seleta categoria “Triple A” – que define edifícios de escritórios inteligentes e de alto padrão, tendência adotada com êxito nos empreendimentos desenvolvidos pela Cyrela Commercial Properties e Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário, duas das principais empresas do setor imobiliário brasileiro.
O projeto da torre contempla padrão e recursos equivalentes aos empreendimentos comerciais mais sofisticados do mundo – incluindo avançados sistemas de automação e supervisão predial, ar-condicionado, elevadores, instalações elétricas e hidráulicas, geração de energia, telecomunicações, conforto térmico e acústico, entre outros. O edifício também se destaca pela localização, arquitetura arrojada, qualidade construtiva e materiais de acabamento nobres.
A avenida Paulista, importante centro financeiro e cartão-postal da cidade, foi o local escolhido para abrigar a imponente torre de padrão “AAA” – uma vez que a região reúne condições e infra-estrutura para a instalação de escritórios de empresas de médio e grande porte, nacionais e internacionais.

A GBC Brasil (Green Building Council), representante oficial do WGBC (World Green Building Council), elegeu a ferramenta de certificação LEED® como a mais adequada a ser aplicada no país, em função das características do mercado brasileiro. Essa certificação foi desenvolvida com a colaboração de cientistas, arquitetos e engenheiros de vários países, sendo reconhecida mundialmente como parâmetro de mensuração para construções sustentáveis. O processo de certificação da Torre Matarazzo comprova a preocupação dos incorporadores – CCP e CCDI – com a responsabilidade sócio-ambiental da região onde o empreendimento será implantado, bem como de toda a cidade

O gerenciamento de operações da Torre Matarazzo será realizado por sistema de automação e supervisão predial – que gerencia, ininterruptamente, o funcionamento inteligente do ar-condicionado central (incluindo áreas privativas), elevadores, entrada e distribuição de água e energia elétrica, iluminação, geradores de emergência, acesso a áreas restritas, além de dispositivos contra incêndios. O sistema gera ordens de serviço, manutenção e prevenção eletronicamente, alertando para a necessidade de ações corretivas. O edifício contempla infra-estrutura para abrigar os mais modernos recursos de telecomunicações, estando preparado para receber suprimento das redes de concessionárias locais (com cabos de fibra óptica). O projeto prevê sala exclusiva para empresas de fibra óptica. Está previsto também uma rede interna com pontos de telefonia e dados, interconectada com as redes das concessionárias – que deverão ser implantadas por uma empresa gestora de telecomunicações, com outorga da Anatel. O sistema permite disponibilizar serviços de última geração para transmissão de voz, dados e imagem. Para possibilitar economia de energia, o sistema elétrico oferece uma entrada de média tensão para as áreas comuns e outra, de baixa tensão, para atender a área dos escritórios. O empreendimento conta ainda com grupos geradores, que desempenham funções específicas em casos de emergência – assegurando abastecimento ininterrupto para todas as áreas comuns no caso de falta de energia elétrica. Ainda há espaços adicionais para a instalação de geradores privativos, por parte das empresas ocupantes. O sistema de ar-condicionado é composto por uma central de água gelada com 4 chillers, sendo 2 unidades centrífugas elétricas e 2 unidades a gás. Em cada pavimento há uma unidade condicionadora de ar de expansão indireta (fan-coil). Os dutos de distribuição e caixas de volume de ar variável (VAV) deverão ser instalados pelas empresas ocupantes – propiciando autonomia e uso econômico do sistema, conforme os horários de operação programados.

Baixar folder Baixar folder

Preencha os dados para baixar o folder

Converse com nosso
atendimento especial
e receba nossas disponibilidades

Deseja receber
notícias exclusivas?