PROGRAMA DE INOVAÇÃO DA CCP CRIA PROJETO PARA GERAR “CONEXÃO” EM AMBIENTES CORPORATIVOS

- Imprensa -

Usuários de edifícios comercias administrados pela companhia ganham eventos personalizados e exclusivamente focados na melhoria da qualidade de vida

SÃO PAULO, 04/10/2018 – Uma das líderes no Brasil no segmento de administração de imóveis comerciais, a CCP (Cyrela Commercial Properties) quer “quebrar a rotina” no final do expediente de milhares de executivos que trabalham em seus edifícios instalados nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Para isso, lançou recentemente um projeto que visa oferecer atividades socioculturais em eventos voltados à melhoria da qualidade de vida e à reflexão do indivíduo além do trabalho

“As pessoas que trabalham em nossos edifícios geralmente ficam mais tempo aqui do que em suas próprias casas. O que queremos é propiciar momentos de descontração e conexão entre os usuários, que aliviem a tensão do dia e, ao mesmo tempo, agreguem experiências transformadoras”, explicam os diretores da CCP, Paulo Nazar (Administração Predial e Engenharia) e Juliana Morandeira (Comercial).

O novo projeto consiste na realização de atividades multidisciplinares, como bate-papos com personalidades, saraus musicais, aulas de teatro, entre outras iniciativas favoráveis ao ganho de bem-estar e equilíbrio emocional.

“Somos a primeira marca do segmento a desenvolver no Brasil um projeto como este, que efetivamente pensa no profissional que está lá, dentro do escritório”, afirma Nazar.

O ponto de partida do projeto ocorreu recentemente durante um workshop intitulado “Unboxing.me – Tirando você da caixinha”, com formato interativo, dinâmico e colaborativo. Realizado no edifício Faria Lima Square, no Itaim Bibi, teve a liderança da jornalista e palestrante Mariana Ferrão e a participação de mais de 250 executivos de empresas instaladas nos prédios da CCP.

O retorno foi tão positivo que uma nova edição está sendo planejada para acontecer neste ano no edifício CEO, no Rio de Janeiro.

  • Deseja receber
    notícias exclusivas?