MISS SILVIA MORIZONO INAUGURA BICICLETÁRIO HÍBRIDO

- Imprensa -

Considerado um dos edifícios corporativos mais sofisticados da América Latina, empreendimento administrado pela CCP lança espaço exclusivo para profissionais que usam bicicletas como meio de transporte para o trabalho

Administrado pela CCP (Cyrela Commercial Properties), uma das maiores empresas brasileiras do segmento de propriedades comerciais, o edifício Miss Silvia Morizono inaugurou neste mês o seu bicicletário híbrido.

Trata-se de um espaço de uso misto em que usuários rotativos ou mensalistas usufruem de áreas exclusivamente equipadas e demarcadas.

Localizado no 1º subsolo do edifício, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, um dos principais corredores financeiros e comerciais de São Paulo, o novo bicicletário oferece 62 vagas rotativas (na cor azul e grátis) e 15 vagas permanentes (na cor verde e que permitem uso de armário e estadia prolongada da bicicleta mediante pagamento de mensalidade).

Além das vagas, a estrutura conta com área para manutenção de bikes, vestiário exclusivo, controle de acesso com sistema biométrico, entre outros recursos.

O serviço inaugurado no Miss Silvia Morizono faz parte de um projeto inovador da CCP, lançado em 2017 para incentivar ainda mais o uso da bicicleta como meio de transporte para o trabalho.

Presente em outros edifícios da companhia, a iniciativa nasceu depois de a empresa descobrir que muitos profissionais deixavam de usar a bicicleta devido à falta de vagas.

Em vez de ampliar o bicicletário, aparentemente a solução mais lógica, a CCP preferiu analisar o comportamento dos usuários. Concluiu-se que o problema não era a falta de espaço, mas a existência de um número significativo de bicicletas de uso esporádico, que pernoitavam desnecessariamente no estacionamento, elevando a ocupação ao nível máximo. Diante da situação, a CCP reconfigurou seus projetos de bicicletário, implantando espaços diferenciados, com vagas rotativas e vagas permanentes.

No edifício Faria Lima Square, prédio da CCP que recebeu o primeiro bicicletário do gênero, a iniciativa foi um sucesso, resultando em um aumento de 50% no número de pessoas que passaram a usar a bike na sua rotina profissional.

 

  • Deseja receber
    notícias exclusivas?