Torre Matarazzo

- Triple A -

Torre Matarazzo (Tower Matarazzo ) belongs to the select “Triple A” category – which defines intelligent, luxury office buildings, embodying a tendency successfully embraced in developments by Cyrela Commercial Properties and Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário, two of the largest real estate companies in Brazil.

Total area

22.052 m²

Development

CCP

Opening

2015

AVENIDA PAULISTA, 1.230 São Paulo

Torre Matarazzo (Tower Matarazzo ) belongs to the select “Triple A” category – which defines intelligent, luxury office buildings, embodying a tendency successfully embraced in developments by Cyrela Commercial Properties and Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário, two of the largest real estate companies in Brazil. The tower design includes high standards and resources equivalent to those adopted for the most sophisticated real estate developments in the world – including advanced building automation and supervision systems, air-conditioning, elevators, electrical and hydraulic installations, energy generation, telecommunications, thermal and acoustic comfort, etc. The building also stands apart for its location, daring architecture, quality of construction and the high quality of the building materials used. Avenida Paulista, an important financial cluster and a symbol of the city, was chosen as the location for this imposing “AAA” standard tower – because it is an area that combines the right conditions and infrastructure to welcome new offices for middle and large companies, both national and international.

A GBC Brasil (Green Building Council), representante oficial do WGBC (World Green Building Council), elegeu a ferramenta de certificação LEED® como a mais adequada a ser aplicada no país, em função das características do mercado brasileiro. Essa certificação foi desenvolvida com a colaboração de cientistas, arquitetos e engenheiros de vários países, sendo reconhecida mundialmente como parâmetro de mensuração para construções sustentáveis. O processo de certificação da Torre Matarazzo comprova a preocupação dos incorporadores – CCP e CCDI – com a responsabilidade sócio-ambiental da região onde o empreendimento será implantado, bem como de toda a cidade

O gerenciamento de operações da Torre Matarazzo será realizado por sistema de automação e supervisão predial – que gerencia, ininterruptamente, o funcionamento inteligente do ar-condicionado central (incluindo áreas privativas), elevadores, entrada e distribuição de água e energia elétrica, iluminação, geradores de emergência, acesso a áreas restritas, além de dispositivos contra incêndios. O sistema gera ordens de serviço, manutenção e prevenção eletronicamente, alertando para a necessidade de ações corretivas. O edifício contempla infra-estrutura para abrigar os mais modernos recursos de telecomunicações, estando preparado para receber suprimento das redes de concessionárias locais (com cabos de fibra óptica). O projeto prevê sala exclusiva para empresas de fibra óptica. Está previsto também uma rede interna com pontos de telefonia e dados, interconectada com as redes das concessionárias – que deverão ser implantadas por uma empresa gestora de telecomunicações, com outorga da Anatel. O sistema permite disponibilizar serviços de última geração para transmissão de voz, dados e imagem. Para possibilitar economia de energia, o sistema elétrico oferece uma entrada de média tensão para as áreas comuns e outra, de baixa tensão, para atender a área dos escritórios. O empreendimento conta ainda com grupos geradores, que desempenham funções específicas em casos de emergência – assegurando abastecimento ininterrupto para todas as áreas comuns no caso de falta de energia elétrica. Ainda há espaços adicionais para a instalação de geradores privativos, por parte das empresas ocupantes. O sistema de ar-condicionado é composto por uma central de água gelada com 4 chillers, sendo 2 unidades centrífugas elétricas e 2 unidades a gás. Em cada pavimento há uma unidade condicionadora de ar de expansão indireta (fan-coil). Os dutos de distribuição e caixas de volume de ar variável (VAV) deverão ser instalados pelas empresas ocupantes – propiciando autonomia e uso econômico do sistema, conforme os horários de operação programados.

Download folder Baixar folder

Fill in the data to download the folder

Talk to our
special customer service
and receive our availabilities

Would you like to receive
exclusive news?